Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil 26-07-2014

Esporte


Add to Google

ADDP Cabo Frio vence Copagril pela Liga Nacional de Futsal (23/07/2014)

Em sua melhor atuação da temporada, a ADDP Cabo Frio conseguiu sua primeira vitória na Liga Futsal 2014. Diante de um público estimado em 1.200 torcedores, o campeão carioca venceu a Copagril/SempreVida/MCR por 2 a 1, em jogo disputado na noite desta terça-feira (22/7), no ginásio Alfredo Barreto, em Cabo Frio (RJ). Além de tirar a liderança do adversário – único clube que havia conquistado duas vitórias nos dois primeiros jogos da competição – a ADDP Cabo Frio subiu seis posições na tabela de classificação com o triunfo.

A ADDP fez 1 a 0 aos 12 minutos, depois de uma bola mal cortada pela defesa da equipe paranaense. O lance foi definido por Arthur com precisão e força de dentro da área, sem chance alguma para o goleiro Quinzinho.

O segundo gol saiu em uma jogada iniciada por Lucas Tardelli, que partiu como gosta pela ala direita, passou pelo seu marcador e rolou para Wilson, que preferiu passar para Wellington ao invés de finalizar. A escolha foi acertada: o camisa 14 encheu o pé e a bola, rasteira, foi parar dentro do gol, aos 17’35. 2 a 0 para os donos da casa, para delírio da torcida.

A Copagril acabou descontando com Daniel, aos 33’, em uma bola parcialmente defendida por André. O pivô estava sozinho debaixo da baliza e não teve dificuldades para marcar.

No final, faltando 24 segundos, o lance mais impressionante do jogo: em um ataque paranaense, a bola sobrou para o ala Alvim, dentro da área, a centímetros do gol, sem marcação. O jogador bateu na bola, que se chocou com a trave, correu próxima à linha de gol, resvalou na outra trave e foi tirada da área por Alfredo. O lance foi comemorado pela torcida como um gol da ADDP Cabo Frio. No final, vitória confirmada por 2 a 1, e a certeza de que o time está no caminho certo.

– O grupo está de parabéns pela vitória. Eles mostraram que já entenderam o que é jogar uma Liga Nacional. Com intensidade e competitividade o jogo inteiro, superamos uma forte equipe como a da Copagril – analisou o técnico Cupim ao final da partida.

Com a vitória, a ADDP Cabo Frio terminou a terceira rodada na nona colocação, com 4 pontos ganhos, atrás do Carlos Barbosa pelos critérios de desempate. A Copagril/SempreVida/MCR caiu da liderança para a quinta posição, permanecendo com 6 pontos.

A ADDP Cabo Frio fará, agora, duas partidas fora de casa: sábado (26), diante do Jaraguá Futsal, em Jaraguá do Sul (SC); e segunda-feira (28), diante da Krona Futsal, em Joinville. O time só volta a atuar diante da sua torcida no próximo dia 5 de agosto, uma terça-feira, quando recebe o Poker Guarapuava CAD (PR), às 20h.

Para a disputa da Liga Futsal, a ADDP Cabo Frio conta com o patrocínio principal da Prefeitura de Cabo Frio e da Ollé Sports, o apoio logístico da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer; e os patrocínios da Branca Confeitaria, da COTREL, da Academia Body Club Fitness, das Fraldas Looping, do Caribe Park Hotel, do Laboratório Teuto e da Drogaria do Povo.


data : Wed, 23 Jul 2014 22:18 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Com autoridade, ADDP Cabo Frio vence Copagril pela Liga Futsal (23/07/2014)

Em sua melhor atuação da temporada, a ADDP Cabo Frio conseguiu sua primeira vitória na Liga Futsal 2014. Diante de um público estimado em 1.200 torcedores, o campeão carioca venceu a Copagril/SempreVida/MCR por 2 a 1, em jogo disputado na noite desta terça-feira (22), no ginásio Alfredo Barreto, em Cabo Frio (RJ). Além de tirar a liderança do adversário – único clube que havia conquistado duas vitórias nos dois primeiros jogos da competição – a ADDP Cabo Frio subiu seis posições na tabela de classificação com o triunfo.

O jogo

A ADDP Cabo Frio com uma proposta bem definida para tentar neutralizar o campeão paranaense: marcação forte na meia quadra, com intensidade, para obter contra-ataques e muita movimentação com a posse da bola. A Copagril/SempreVida/MCR tinha o estilo de seu treinador, PC de Oliveira, com movimentação e um apoio constante de um jogador pelo meio da quadra.

Nos primeiros 10 minutos, poucas chances de lado a lado, com os goleiros André (ADDP Cabo Frio) e Quinzinho (Copagril/SempreVida/MCR) aparecendo pouco. Mas gradativamente, a ADDP Cabo Frio ia ganhando espaço e se impondo fisicamente na partida, como exigia a todo instante o técnico Cupim. Em vários momentos, a marcação da equipe cabofriense subia, colocando o adversário em perigo.

O primeiro gol saiu em um desses lances. A defesa da equipe paranaense acabou pressionada e a bola sobrou limpa para Arthur finalizar com precisão e força de dentro da área, sem chance alguma para Quinzinho. Eram 11’44 de jogo e a ADDP Cabo Frio já era melhor na partida.

O segundo gol saiu em uma jogada iniciada por Lucas Tardelli, que partiu como gosta pela ala direita, passou pelo seu marcador e rolou para Wilson, que preferiu passar para Wellington ao invés de finalizar. A escolha foi acertada: o camisa 14 encheu o pé e a bola, rasteira, foi parar dentro do gol, aos 17’35. 2 a 0 para os donos da casa, para delírio da torcida.

O jogo permaneceu inalterado até o intervalo. Na volta para a segunda etapa, a equipe da Copagril/SempreVida/MCR partiu para o abafa logo de início, fazendo o goleiro André a trabalhar em três lances sucessivos. Logo em seguida, aos 23’25, o técnico PC de Oliveira acabou expulso da partida por reclamação contra a arbitragem. Os ânimos se acirraram um pouco mais, principalmente depois da expulsão de Léo Costa, por acúmulo de cartões, aos 27’05. A ADDP Cabo Frio ficou com um jogador a menos por dois minutos, mas só criou uma chance real de gol nesse período, com Quinzinho defendendo um chute de Fabrício.

Com 10 minutos para o final, a equipe paranaense veio para a estratégia do goleiro-linha, com o ala Arthur. A partir daí, o jogo tomou um ritmo incessante até o final, com a Copagril/SempreVida/MCR tentando se aproveitar da vantagem numérica de um jogador a mais para buscar o empate e até a virada; e com a ADDP Cabo Frio se defendendo e buscando interceptar um ataque para ampliar a vantagem.

A Copagril acabou descontando com Daniel, aos 33’, em uma bola parcialmente defendida por André. O pivô estava sozinho debaixo da baliza e não teve dificuldades para marcar.

Final eletrizante

A ADDP Cabo Frio interceptou alguns ataques, mas não conseguiu finalizar com êxito de longa distância. A pressão adversária aumentava, e no minuto final, foram três chances claras de gol: a primeira, com Fabrício chutando prensado da entrada da área. A bola cobriu o goleiro-linha Arthur, que se esticou todo para correr para dentro da meta e evitar o que seria o terceiro gol cabofriense.

Faltando 24 segundos, o lance mais impressionante do jogo: em um ataque paranaense, a bola sobrou para o ala Alvim, dentro da área, a centímetros do gol, sem marcação. O jogador bateu na bola, que se chocou com a trave, correu próxima à linha de gol, resvalou na outra trave e foi tirada da área por Alfredo. O lance foi comemorado pela torcida como um gol da ADDP Cabo Frio.

O último lance de perigo foi da ADDP Cabo Frio, em um tiro livre sem barreira. Porém, Bruno Ciro não cobrou bem e a bola saiu a direita de Quinzinho. No final, vitória confirmada por 2 a 1, e a certeza de que o time está no caminho certo.

– O grupo está de parabéns pela vitória. Eles mostraram que já entenderam o que é jogar uma Liga Nacional. Com intensidade e competitividade o jogo inteiro, superamos uma forte equipe como a da Copagril – analisou o técnico Cupim ao final da partida.

Com a vitória, a ADDP Cabo Frio terminou a terceira rodada na nona colocação, com 4 pontos ganhos, atrás do Carlos Barbosa pelos critérios de desempate. A Copagril/SempreVida/MCR caiu da liderança para a quinta posição, permanecendo com 6 pontos.

A ADDP Cabo Frio fará, agora, duas partidas fora de casa: sábado (26), diante do Jaraguá Futsal, em Jaraguá do Sul (SC); e segunda-feira (28), diante da Krona Futsal, em Joinville. O time só volta a atuar diante da sua torcida no próximo dia 5 de agosto, uma terça-feira, quando recebe o Poker Guarapuava CAD (PR), às 20h.

Ficha Técnica

ADDP Cabo Frio: André, Wellington, Regufe, Fabrício e Wilson. Entraram: Alfredo, Bruno Ciro, Igor, Lucas Tardelli e Arthur. Técnico: Cupim

Copagril/Sempre Vida/MCR: Quinzinho, Arthur, Rafinha Muller, Alvim e Daniel. Entraram: Pescoço, Marcelo Paulista, Marcio, Massarico e Léo Costa. Técnico: PC de Oliveira

Arbitragem: Carlos Eduardo Meirelles e Jefferson da Silva, com Harry Lemgruber (anotador) e Jorge Luiz de Souza (cronometrista)

Cartões amarelos: Arthur e Wilson (ADDP Cabo Frio); Léo Costa, Daniel, Quinzinho e Arthur (Copagril/Sempre Vida/MCR)

Cartão vermelho: Léo Costa

Para a disputa da Liga Futsal, a ADDP Cabo Frio conta com o patrocínio principal da Prefeitura de Cabo Frio e da Ollé Sports, o apoio logístico da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer; e os patrocínios da Branca Confeitaria, da COTREL, da Academia Body Club Fitness, das Fraldas Looping, do Caribe Park Hotel, do Laboratório Teuto e da Drogaria do Povo.


data : Wed, 23 Jul 2014 22:18 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

ADDP Cabo Frio enfrenta o Vasco na final do Carioca sub20 de futsal (12/07/2014)

Depois do bicampeonato carioca adulto, conquistado na quarta-feira (9/7), a ADDP Cabo Frio tenta, neste sábado (12/7), conquistar o título do Campeonato Carioca sub20 de futsal pela primeira vez em sua história. O time recebe o Vasco da Gama no ginásio Alfredo Barreto, em Cabo Frio, em jogo marcado para as 11h.

É a segunda partida das finais do campeonato. No primeiro jogo, realizado no sábado passado (5/7), em São Januário, a ADDP Cabo Frio venceu o Vasco da Gama, de virada, por 3 a 1, com gols de João Tardelli (2) e Lucas Tardelli, depois que o Vasco, já no segundo tempo, abriu o placar com Buchecha.

Para ficar com o título, a ADDP Cabo Frio precisa de pelo menos um empate no tempo normal. O Vasco joga por uma vitória para forçar uma prorrogação de 10 minutos. Se houver a prorrogação, por ter melhor campanha que o adversário, a ADDP Cabo Frio joga pelo empate.

A equipe cabofriense está confiante em fazer mais uma boa atuação, mesmo sabendo que terá pela frente um adversário forte, que terá alguns reforços em relação ao primeiro jogo.


data : Sat, 12 Jul 2014 21:58 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

ADDP Cabo Frio é bicampeã carioca de futsal (12/07/2014)

Foi difícil, mas a ADDP Cabo Frio conseguiu o seu objetivo: em um jogo que empolgou o ótimo público presente ao ginásio Alfredo Barreto, o time cabofriense ficou com o bicampeonato carioca adulto de futsal, depois de 50 minutos de bola rolando contra o brioso time do Vasco da Gama.

No tempo normal, o Vasco conseguiu quebrar a invencibilidade de 25 jogos da ADDP Cabo Frio, vencendo por 2 a 0. Porém, o grande destaque da partida foi o goleiro cruzmaltino Caio, que fez, pelo menos 15 defesas difíceis.

A tônica do jogo foi uma só: a ADDP atacando, com mais posse de bola, e o Vasco apostando na marcação recuada, com intensidade, e nos contra-ataques. Quando os jogadores da ADDP Cabo Frio conseguiam quebrar a marcação, as finalizações paravam nas mãos do goleiro Caio.

O primeiro gol do Vasco saiu no último lance do primeiro tempo. Depois de um passe do goleiro André que foi interceptado pela defesa vascaína, Lucas Rabiola bateu com categoria por cobertura, do meio da quadra, fazendo 1 a 0.

No segundo tempo, a ADDP Cabo Frio tentou de todas as formas o gol do empate que daria o título. Porém, Caio foi se agigantando ainda mais debaixo das traves cruzmaltinas, com uma atuação de gala. Os demais jogadores do Vasco, contagiados pelas defesas do companheiro, dificultaram as ações do time da casa, com muita entrega e disposição na marcação, e arriscando alguns contra-ataques.

Nos últimos cinco minutos, o técnico Cupim tentou a estratégia do goleiro-linha com o ala Wellington. Mas nem assim a ADDP Cabo Frio conseguiu o empate. Para coroar a atuação, Caio fez o segundo gol do Vasco: depois de uma defesa, o goleiro repôs com perfeição a bola contra o gol vazio do time da casa, faltando três minutos para o final de jogo. A ADDP Cabo Frio ainda tentou o empate, mas o jogo acabou indo mesmo para a prorrogação.

No tempo extra, gols e festa

Nos dez minutos do tempo extra, a ADDP Cabo Frio jogava por um empate para ficar com o título. O Vasco tinha que sair para atacar e fazer o gol salvador. A primeira etapa foi de posse de bola de um time com o outro marcando, e evitando as faltas. A ADDP Cabo Frio com cuidados redobrados, já que estava com limite de faltas coletivas estourado.

No segundo tempo da prorrogação, os papeis se inverteram: foi a vez do Vasco utilizar o goleiro linha, com Gabriel Miraglia indo para o ataque fazer o papel de quinto jogador. A ADDP Cabo Frio, marcando, tentava um gol de contra-ataque. E conseguiu faltando 1’21 para o final. O goleiro André repôs com perfeição um lançamento e a bola chegou para Arthur, que dominou a bola já desviando do goleiro Caio. O Vasco continuou no ataque, e depois de um passe interceptado na defesa, Bruno Ciro bateu de longe para o gol vazio, fazendo 2 a 0 para a ADDP Cabo Frio, a 45 segundos do fim do jogo, garantindo o bicampeonato.

Depois do apito final da arbitragem, jogadores e comissão técnica comemoraram muito o bicampeonato, ressaltando a atuação do Vasco nos dois jogos da final, que valorizaram muito a conquista.

– O time deles jogou bem, o goleiro deles teve uma atuação fantástica, o que só vem valorizar a nossa conquista. Nosso time tem isso de bom: é experiente. Perdemos no tempo normal, mas ninguém abaixou a cabeça. Voltamos pra prorrogação e ganhamos o jogo, e ficamos com o título. Agora é comemorar um pouquinho, porque terça já tem jogo pela Liga Futsal – analisou o fixo Regufe, capitão da equipe.

A ADDP Cabo Frio jogou e venceu com André, Wellington, Fabrício, Arthur, Bruno Ciro, Regufe, Igor, Lucas Tardelli, Rodriguinho, Vinícius e Alfredo. Não entraram em quadra o goleiro Marquinhos, Thiago e David. Na comissão técnica, além do técnico Cupim, participaram Bruno Rodrigues (preparador físico), João Vitor Gonçalves (fisioterapeuta), Flávio Rebel (coordenador), Gustavo Paixão (supervisor).

A CAMPANHA

1ª fase

ADDP Cabo Frio 10 x 0 Grajaú Country

ADDP Cabo Frio 2 x 1 Vasco da Gama

Mendes O x W ADDP Cabo Frio

Magnólia 1 x 3 ADDP Cabo Frio

Semifinais

Grajaú Country 0 x 8 ADDP Cabo Frio

ADDP Cabo Frio W x O Grajaú Country

Finais

Vasco da Gama 1 x 2 ADDP Cabo Frio

ADDP Cabo Frio 0 x 2 Vasco da Gama (na prorrogação: ADDP Cabo Frio 2 x 0 Vasco da Gama)


data : Sat, 12 Jul 2014 21:58 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Carioca Adulto de Futsal: ADDP Cabo Frio vence o Vasco e está a um empate do bicampeonato (12/07/2014)

A ADDP Cabo Frio recebe o Vasco da Gama, no ginásio Alfredo Barreto, em Cabo Frio, nesta quarta-feira (9), pela segunda partida da decisão do Campeonato Carioca Adulto de Futsal. O jogo está marcado para as 20h30.

Depois da vitória de virada conquistada na noite de segunda-feira (7), em São Januário, por 2 a 1, o caminho do time comandado por Cupim ficou mais fácil para o bicampeonato. Para ficar com o título, a ADDP Cabo Frio precisa de um empate no jogo desta quarta-feira.

No jogo no Rio de Janeiro, em que pese o placar apertado, a ADDP Cabo Frio teve o controle das ações, finalizando muito, mas esbarrando no forte bloqueio defensivo da equipe cruzmaltina, que saiu na frente aos 8 minutos. Vinícius empatou para a ADDP Cabo Frio no final do primeiro tempo e Bruno Ciro, já na segunda etapa, fez o gol da vitória.

Retrospecto animador

O time comandado pelo técnico Cupim tenta manter o ótimo retrospecto que vem desde a temporada passada. Campeão carioca em 2013 com apenas uma derrota em 10 jogos, a ADDP Cabo Frio pode repetir o feito do Campeonato Estadual do ano passado se vencer o jogo desta quarta-feira, ficando com o título com 100% de aproveitamento.

No ano passado, a ADDP Cabo Frio foi campeã carioca e estadual e vice-campeã da Liga Sudeste. Este ano, o time já conquistou os títulos dos Jogos Abertos do Interior (representando a cidade de Cabo Frio) e a Taça Brasil de Clubes – 2ª Divisão.

Além disso, o time mantém uma invencibilidade que já dura 10 meses. A última derrota foi para a AABB/Mapfre, na segunda rodada da Liga Sudeste, em agosto do ano passado. De lá pra cá, foram 25 vitórias consecutivas em quatro competições diferentes (uma na Liga Sudeste, 14 no Campeonato Estadual do ano passado, três pelos Jogos Abertos do Interior e sete pelo Campeonato Carioca de 2014).

A marca de 25 vitórias consecutivas também se repete se forem consideradas apenas as competições promovidas pela Federação de Futsal do Rio. A última vez que o time não venceu por um torneio estadual foi na última rodada da primeira fase do Carioca de 2013, quando foi derrotado pelo Teresópolis/Comary por 5 a 1, em 7 de junho do ano passado. De lá pra cá, foram quatro vitórias no Carioca de 2013, 14 vitórias no Estadual de 2013 e sete vitórias no Carioca deste ano.

O jogo entre ADDP Cabo Frio x Vasco tem entrada franca. A expectativa da diretoria é que um público de pelo menos mil pessoas compareça à decisão do campeonato.


data : Sat, 12 Jul 2014 21:57 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.


| Próxima ->
Cabo Frio News - RSS feed de noticias
Ir para: [Topo da Página ] ou [ imprimirImprimir]
Ingles. Frances. Deutschland Italiano Espanhol

[Feeds] :[ O que é isso ? ]

Patrocinadores

Imobiliaria Luiz DiasImobiliaria Luiz Dias

Serviço de TaxiServiço de Taxi

Pouso da GarçaPouso da Garça

Dom FernandesDom Fernandes

EstalageEstalage

Bosque ClubeBosque Clube

Dica Hospedagem

Eventos

Parceiros



Locations of visitors to this page



Prêmio Comunicação 2006 - primeiro lugar na categoria internet
Prêmio Comunicação 2006 - primeiro lugar na categoria internet